"... E o verbo era: Saber viver."



É muito tênue a linha que separa o “não se importar” com o “não absorver”. O “ser alienado” com o “ser seletivo”. A vida adulta traz coisas lindas, diferentes sensações e novas alegrias, mas junto com ela vêm à tona alguns sentimentos nem tão bons assim. As coisas têm um peso diferente e a lucidez faz com que os medos se alojem com mais facilidade. A máscara da inocência que tapava os olhos cai e a gente percebe que o buraco é mais embaixo e que é preciso cuidado para não cair nele. Ouvir e não guardar, saber e não carregar, sentir e não absorver. Vejo hoje que um dos grandes desafios do cotidiano é presenciar os fatos sem trazê-los pra rotina. Sem sair por aí atraindo como um imã tudo que acontece de ruim. Percebo o quão importante é filtrar, abandonar o que não é possível digerir e deixar só aquilo que for puro. 
Às vezes deixar pra lá é conservar o que há de bom aqui. 

Beijos, felizes e cheios de saudade desse meu cantinho!

Everyday is a new day...

Sim, como diz a música, '...Everyday is a new day
I'm thankful for every breath I take...' (P.O.D. - Alive), sigo nesse astral de gratidão e contemplação.


Nova fase, novos caminhos, novas alegrias... Rubem Alves descreve bem o meu estado de espirito agora, compartilho com vocês, pessoas lindas que fazem parte desse meu mundinho:

"Lutam melhor aqueles que têm sonhos belos. Somente aqueles que contemplam a beleza são capazes de endurecer sem nunca perder a ternura. Guerreiros ternos. Guerreiros que lêem poesias. Guerreiros que brincam como criança."

- Rubem Alves.


Que vivamos sempre assim, nesse eterno estado de contemplação!

Beijos cheios de boas energias.




Ah, se eu fosse...

"Se eu fosse um peixinho e soubesse nadar..."


... Nunca mais permitiria que a saudade tomasse conta assim do meu coração. 
Nadaria de um canto ao outro para rever as amigas, irmãs de alma. 
Estar com elas, vê-las sorrindo... 
E assim seguiria, alimentando essa minha alma de peixe só com cores, energias boas, presenças essenciais... Tocando a vida com muito esforço sim, mas cheia de harmonia...